AGRADECIMENTO

Meus Bacharéis e Minhas Licenciadas,

             O propósito deste post é, simplesmente, agradecer. Faço isso porque, nos últimos cinco anos, corri uma das maiores provas da minha vida, e considero-me um privilegiado por ter cruzado o pórtico de chegada de uma forma tão especial. Estou me referindo à conclusão do curso de Educação Física na Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (ESEFID/ UFRGS). Recebi o diploma no último dia 17 de janeiro em cerimônia realizada em gabinete no auditório do Laboratório de Fisiologia do Exercício (LAPEX) da citada escola.

5

Em primeiro lugar, sou privilegiado por crer em um Deus que faz com que todas as coisas cooperem para o bem daqueles que O amam (Romanos 8: 28). Então, agradeço a este Deus.

E, como tudo coopera para o meu bem, sou um privilegiado por ter tido a benção de concluir o meu quarto curso superior – o citado no primeiro parágrafo. Sinto imenso orgulho, mas digo isso, apenas porque, na minha visão, é realmente um privilégio ter oportunidade e vontade de estudar a despeito de todas as dificuldades e da inversão de valores que permeia a sociedade contemporânea.

6

Sou privilegiado por ter a família que tenho. Sou privilegiado por ter, principalmente, os pais que tenho – Edu e Nilza. Sem o seu apoio e orientação eu não teria concluído nem o jardim de infância – nem a Escolinha da Dona Teteca! Sou privilegiado por ter 53 anos de “mãe e paitrocínio”!

Sou privilegiado por ter os amigos que tenho. Desculpem-me se esquecer de alguém e, aqui, a ordem deve ser desprezada. Sou privilegiado por ser da Barra 2012/ 1 da ESEFID e por ser atleta da Equipe Daniel Rech. Tenho o privilégio de ter colegas maravilhosos na Raiasul/ Nadebem onde sou chefiado pelo “mito” Wilson Mattos e pelo professor Bruno Bertotto; e por ter tido a oportunidade de estagiar na Raiacenter sob a impecável orientação dos professores Mário Freitas (outro “mito”), Vítor Silva e Léo Mota.

Alguns nomes eu faço questão de, neste momento, mencionar de forma explícita, referindo a eles a minha enorme gratidão (desprezem a ordem). Professores (as) da ESEFID: Adriana Berleze, Adroaldo Cézar Araújo Gaya, Alberto de Oliveira Monteiro, Alex Branco Fraga, Alexandre Velly Nunes, Álvaro Reischak de Oliveira, Andréa Kruger Gonçalves, Anelise Reis Gaya, Carlos Adelar Abaide Balbinotti, Caroline Pieta Dias, Cláudia Silveira Lima, Cláudia Tarrago Candotti, Clézio José Gonçalves dos Santos, Denise Grosso da Fonseca,  Eduardo Lusa Cadore, Elisandro Schultz Wittizorecki, Fabiano Bossle, Flávia Meyer, Flávio Antônio de Souza Castro, Giovani dos Santos Cunha, Janice Zarpellon Mazo, Jefferson Fagundes Loss, João Carlos Oliva, José Cícero Moraes, José Geraldo Soares Damico, Leonardo Alexandre Peyre Tartaruga, Lisete Arnizaut Machado Vargas, Lisiane Torres e Cardoso, Luiz Biazus, Luiz Fernando Martins Kruel, Luiz Fernando Silva Bilibio, Marcelo Francisco da Silva Cardoso, Marco Paulo Stigger, Mário Roberto Generosi Brauner, Martha Ratenieks Roessler, Mauro Myskiw, Míriam Stock Palma, Nádia Cristina Valentini, Rogério da Cunha Voser, Ronei Silveira Pinto, Silvana Vilodre Goellner e Vicente Molina Neto. Agradeço, ainda, aos mestres Daniel Finco e Gustavo Schumacher que substituíram de forma magistral dois dos professores citados anteriormente.

Também quero mencionar a minha incomensurável gratidão a alguns valorosos colegas da querida barra 2012/ 1 e de outras barras que, ao longo dos  cinco anos de percurso, tornaram-se importantes para mim (desprezem a ordem mais uma vez): Éder Sulei Santiago da Silva, Vitória Crivellaro Sanchotene, Leonardo Monteiro, Gabriela Zardo, André Pincetta, Gabriela Kerkhof, Márcia Guterres Weirich, Ricardo de Assis Correia, Bruno Caldeira, Guilherme Farias, Vinícius Fin, Marcos Franken, Jordana Pires, Priscila Limana, Guilherme Caporal, Guilherme Testa, Thales Collar, Luciano Montone, Natália Bender, Gabriel Peralta, Raul Fraga, Mauro Castro, Jacson Severo, Jaci Brum e Aline Porto. Todos os citados aqui souberam desprezar e, também, fazer com que eu desprezasse as inúmeras gerações que nos separam. A todos vocês: muito, muito, muito obrigado!

9

Talvez vocês estejam se perguntando sob a forma especial de cruzar o pórtico de chegada a que me referi no primeiro parágrafo. Bem, pessoas que, como eu, valorizam o estudo, provavelmente, também valorizam a láurea acadêmica. E esta foi a minha segunda láurea em menos de um ano, pois primeiro a obtive na Licenciatura e, agora, no Bacharelado.

7

Sendo assim, vamos em frente! Apesar de todos os pesares, mais uma vez, o mundo parece se descortinar diante dos meus olhos! Minha intenção é utilizar os conhecimentos adquiridos para tornar o ser humano mais saudável, e divulgar todas as possibilidades de alegria proporcionadas pelo movimento do corpo. Uma das formas de fazer isso, vocês verão no próximo post.

Se você está lendo este post, é porque, de alguma forma, você é importante para mim. Você também é responsável pela realização deste sonho. Sendo assim, muitíssimo obrigado pelo seu apoio e pelo seu carinho.

8

Para encerrar, mais uma vez agradeço ao Grandioso Criador e Pai, desejando que ele continue ao nosso lado nos guiando e protegendo.

Abraços para quem for de abraço, e beijos para quem for de beijo!

Juarez Arigony

Anúncios

2 respostas em “AGRADECIMENTO

Deixe aqui o seu comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s